Como funciona o escudo de proteção antibacteriana da Alpfilm?

Você já deve ter percebido que os alimentos duram muito mais ao usar o plástico-filme da Alpfilm, certo? O motivo é que somos pioneiros na utilização de um escudo de proteção antibacteriana, que possui diversas tecnologias pensadas para aumentar a vida útil dos produtos. Mas você faz ideia do processo que torna isso possível? Neste artigo, vamos explicar como funciona esse mecanismo, respondendo as dúvidas mais frequentes dos nossos consumidores! 

A origem dessa história

A empresa desenvolvedora do ativo antibacteriano utilizado pela Alpfilm nos filmes plásticos é a Nanox, uma marca de nanotecnologia inteligente. Além de ser pioneira em seu segmento, ela tem um amplo histórico acadêmico e foi criada para levar ao mercado o resultado de suas pesquisas, através de produtos inovadores. 

Um deles foi o escudo de proteção antibacteriana, que partiu da observação de produtos bactericidas e suas propriedades. Em seus estudos, a Nanox entendeu que levar a tecnologia desses materiais para a fabricação de embalagens poderia trazer diversos benefícios à sociedade e ao setor industrial. Assim, após muitas pesquisas e testes, foi possível aplicar a nanotecnologia em embalagens e, consequentemente, melhorar o armazenamento de alimentos — exatamente como a Alpfilm faz.

Para quem não é familiarizado com o termo, a nanotecnologia trabalha com materiais em uma escala muito reduzida, entre 1 e 100 nanômetros (para você ter ideia, uma folha de jornal tem cerca de 100.000 nanômetros de espessura), o que a torna complexa demais. Entretanto, fazer uso dessa tecnologia é muito vantajoso, porque a escala nanométrica gera ganhos de performance, potencializando os resultados.

O processo de fabricação

O escudo de proteção antibacteriana tem como base a prata, que é um metal antibactericida, conhecido por essa propriedade há muito tempo. Outros metais nobres, como ouro e platina, também possuem essa característica. Porém, a prata é a mais vantajosa por ter o melhor custo e um maior espectro de atuação, eliminando todo tipo de bactéria. Com o uso desse metal, as bactérias não criam resistência, como ocorre com o uso prolongado de antibióticos, porque a eliminação proporcionada é física e não química.

Em um primeiro momento, os testes foram realizados exclusivamente em metais. Mas, com o avanço nas pesquisas, a prata foi experimentada em outros materiais, como plásticos e demais polímeros. Atualmente, o processo de fabricação é feito a partir da incorporação de ilhas de prata em nanopartículas de cerâmica criadas em laboratório. Em seguida, o sólido gerado (em pó) é misturado com o plástico, permitindo a produção de outros materiais. 

E não termina aí. Diversos testes são repetidos periodicamente para garantir ainda mais segurança ao processo. Entre eles, o importante teste de migração, em que produtos com proteção antibacteriana são avaliados, a fim de certificar que nenhuma partícula será transferida para os alimentos. Outro teste é o de eficiência, onde a superfície em contato com o ativo é analisada e o nível de bactérias é medido e comparado com superfícies sem o ativo. E há também vários testes de performance, que analisam, por exemplo, quanto tempo a mais os produtos duram com a utilização da tecnologia.

As consequências práticas

Como falamos anteriormente, os alimentos duram muito mais com o escudo de proteção antibacteriana. Para comprovar isso, a chefe de cozinha Isa Nolasco fez a comparação da degradação de alimentos em três situações: sem plástico-filme, com filmes comuns e com Alpfilm, em aspargos, queijos e berinjelas (clique nas palavras para ver o teste), e o resultado não dá margem para dúvidas. Além disso, o alimento fica muito mais seguro para o consumo, reduzindo as chances de se contrair doenças como infecções alimentares.  

Para potencializar o efeito oferecido pelo escudo de proteção antibacteriana, você deve prestar atenção a algumas dicas simples: se indicado na embalagem, guarde os alimentos na geladeira ou no congelador, quando for consumir por um tempo mais longo, e sempre confira o prazo de validade. E, claro, não se esqueça de higienizar bem os alimentos antes do consumo ou antes de embalar para transporte.

Agora que você já conhece o funcionamento do escudo de proteção antibacteriana, há motivos de sobra para usar o plástico-filme da Alpfilm, que aumenta a durabilidade dos alimentos e oferece a melhor proteção. E o nosso plástico-filme tem mais uma vantagem: ele não embola e você economiza! Para conferir o produto, acesse a nossa loja on-line e faça já o seu pedido. Aproveite: o frete é grátis para compras acima de R$100,00.

Se interessou pelo produto ?

Deixe um comentário